Histórico

início / AGMN / histórico

AGMN - Associação Goiana de Masters de Natação foi fundada em 07 de novembro de 1994, tendo seu Estatuto registrado no 2° Cartório de Registro de Pessoas Jurídicas, Títulos, Documentos e Protestos de Goiânia, sob a iniciativa do 1° Presidente Cláudio José Maciel. As atividades da AGMN estiveram paralisadas até 2000, quando um grupo de nadadores, proprietários de academias e professores de educação física passaram a se reunir com intuito de reativá-la.

Antes disso, porém, foram realizados alguns torneios isolados, normalmente sediados no Centro Português, na Dolphins Cia. Aquática, na Athletics Sports, na Academia Millenium, em Goiânia, e em Anápolis, na Academia Aquasana, em Anápolis. Estes torneios receberam a denominação de 1° Torneio Goiano de Natação Master, 2° Torneio... e, assim, sucessivamente, até atingir o 17° Torneio, realizado em novembro de 2001 do Clube Antônio Ferreira Pacheco. Aliados a esses torneios, também foram realizados festivais de revezamento e festas de confraternização. Até então, a coordenação da Natação Master em Goiás cabia ao Beto (Paulo Roberto Martins), à Ana Lúcia Borges Melo, ao Denis, da Academia Millenium e ao Rodrigo de Camargo, de Anápolis.

As reuniões, com intuito de reativar a AGMN, foram realizadas na Dolphins e na Millenium, culminando com a realização de eleição em novembro de 2000, para o Conselho Deliberativo referente ao triênio 2000/2003.

Eleito o Conselho Deliberativo, foram escolhidos o Sr. Cláudio José Maciel como Presidente, o Luiz Cláudio de Albuquerque Martins como Vice-Presidente e Túlio César Ferreira Lucas, como Diretor-Secretário e de Administração, quando, então, a AGMN passou a ganhar contornos de uma entidade mais organizada, passando a centralizar a organização dos eventos, fazendo contatos com clubes e academias no sentido de levar as competições a lugares diferentes, onde a natação master ainda não era conhecida.

Com este propósito, foram realizados 6 torneios em 2001, denominados 13° a 17° Torneio Goiano Master de Natação, com média de 65 atletas por evento. Foi criado o ranking goiano e a tabela de recordes, o que proporcionou um maior compromisso dos atletas com o Campeonato. Já em 2002, a fórmula foi parcialmente alterada, com a criação do CAMPEONATO GOIANO DE MASTERS DE NATAÇÃO, realizado em 5 etapas, sempre com as mesmas provas de 50m e 100m livres e estilos, além provas de 200m e 400m livre. Apesar de trabalharmos no intuito do constante crescimento da natação master, e de contarmos com a participação de atletas de renome nacional como Carla Borges Melo, Túlio Pierobom, Juliano Costa, Ana Lúcia Borges Melo e Isabelle Vieira Vianna, ainda não foi naquele ano que se alcançou pleno êxito em número de atletas. A AGMN, até então, contava com pouco mais de 40 associados e a média de participantes em cada torneio não ultrapassava a casa de 80 atletas.

Porém, em 2003, a AGMN finalmente atingiu um crescimento desejado. Com mudança no regulamento, a alteração constante de provas em cada torneio, a divulgação expressiva na imprensa, a obtenção de patrocínio através da FORMULÁRIOS PILOTO e, principalmente, com a conscientização dos proprietários de academias, dos professores de natação e coordenadores de esportes aquáticos dos Clubes, pôde-ver um campeonato dividido em 6 etapas, atingindo média de 145 atletas por evento. Foi intensificado o intercâmbio com nadadores de Anápolis e Brasília, e surgiram novos grupos em apoio à natação master, como a UNIVERSO Salgado de Oliveira, Centro Esportivo ÁVILA e SMALL FIT. Com 135 atletas relizou-se o campeonato mais disputado de nossa história da AGMN.

Ao final de 2003, juntamente com a festa de confraternização, quando foram premiados os melhores do ano, foram realizadas eleições, sendo escolhida a nova Diretoria da AGMN para o triênio de 2003/2006, tendo à frente Túlio César Ferreira Lucas (Presidente), Rosana de Almeida Paiva (Vice-Presidente), Luiz Cláudio Albuquerque Martins (Diretor-Financeiro) e Alécia de Almeida Paiva (Diretora Secretária e de Administração), a quem competiria a tarefa de manter o alto nível do Campeonato Goiano de 2003, bem como a de realizar o 36° Campeonato Brasileiro de Natação Master, programado para novembro de 2004.

Ao final o triênio 2004-2006, foram realizadas eleições para o triênio 2007-2009, cujo presidente eleito foi Pedro de Alcântara Leão Júnior, que assumiu uma AGMN forte, já com mais de 270 atletas associados e média de participação de 150 atletas por etapa do circuito anual de competições.

© 2013 - 2018 Associação Goiana de Masters de Natação - AGMN; Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: InCLOUD Sistemas